CLIQUE AQUI E SOLICITE SEU ORÇAMENTO GRATUITO!
OU LIGUE (84) 99112-2541

NORMAS E RESOLUÇÕES

A COMPOSIÇÃO DO SISTEMA SOLAR FOTOVOLTAICO ISOLADO

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) publicou a resolução normativa 482/2012 para facilitar a conexão à rede de distribuição de mini e microgeradores elétricos a partir de fonte fotovoltaica.

Além de estabelecer os procedimentos gerais para a conexão à rede de mini e microgeradores, a resolução propõe a criação de um sistema de compensação de energia, conhecido internacionalmente como 'net metering'.

Microgeradores são sistemas com potência de até 100 kWp; minigeradores são os acima de 100 kWp e até 1 MWp; então este beneficio vale tanto para as residencias, como para os consumidores comerciais e industriais.

Com o sistema de compensação de energia, o proprietário de uma pequena usina não precisa consumir toda a energia produzida no momento da geração, uma vez que ela poderá ser injetada na rede e, nos meses seguintes, o consumidor receberá créditos em kWh na conta de luz referentes a esta eletricidade gerada mas não consumida.

Gerar energia solar em casa hoje permite que não se tenha que pagar nada na conta de luz no fim do mês e até ficar com crédito energetico com a distribuidora de energia.

Toda energia gerada durante o dia pelo sistema de eletricidade solar será usada pelos eletrodomésticos e demais equipamentos que estão consumindo energia naquele momento. Mas se houver excedente de energia, esta quantidade será exportada para a rede da distribuidora, que retornará a energia em forma de crédito na conta do consumidor.

O crédito pode ser usado por 36 meses, inclusive em outras instalações do próprio consumidor (mesmo CPF ou CNPJ), sendo usada durante a noite ou em dias muitos escuros, por exemplo, quando o sistema solar não está produzindo bastante energia.

A conclusão é que energia solar, além de limpa por não consumir recursos naturais, é um bom negócio.

A tarifa de energia é cara e os reajustes são anuais. Assim, quando você instala um sistema solar fotovoltaico, na verdade está comprando antecipadamente a energia elétrica que vai consumir durante, pelo menos, os próximos 30 anos. E lembre-te, como os sistemas fotovoltaicos são modulares, inicialmente você pode instalar um sistema com capacidade menor e, com o decorrer do tempo, expandi-lo até atender a toda sua demanda energética.

O tempo de retorno do investimento gira em torno de 5 a 10 anos, dependendo do local onde é instalado. E os outros grandes benefícios são a valorização do imóvel, já que residências equipadas com tecnologias renovaveis são bem valorizados no mercado, e a redução do impacto ambiental da sua casa, empresa ou indústria. Pois ao consumir a energia que é gerada em sua propriedade, você elimina as perdas ocorridas na transmissão e distribuição e quando você não está consumindo, a energia gerada e injetada passa pela rede da distribuidora e é utilizada por seus vizinhos.

VANTAGENS DA MICRO e MINIGERAÇÃO DE ENERGIA SOLAR AUTORIZADA PELA RESOLUÇÃO 482/2012 ANEEL:

  • Reduz consideravelmente (até 0!!) os valores da sua conta de luz
  • Gera créditos de energia durante o dia que podem ser utilizados à noite ou em outras épocas do ano (consumíveis em até 36 meses)
  • Produz eletricidade nos pontos de consumo
  • Gera energia de forma distribuída, reduzindo as perdas na transmissão e distribuição
  • Gera energia limpa contribuindo com a preservação do planeta
  • Compartilha o sistema de alimentação da carga, de modo que, quando a geração for maior do que o consumo, o excedente de energia possa ser injetado na rede elétrica
  • Não é mais necessária a utilização de baterias.